terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Arduino - Introdução: O que é para que serve.

Esse tipo de informação já foi publicado a exaustão em tudo quanto é site pela web, mas vou publicar a minha interpretação do assunto aqui, baseada nas aulas que tenho dado...

O Arduino é uma plataforma microcontrolada para computação física, provavelmente a que obteve o melhor êxito comercial no mundo.
Arduino Uno R3 da empresa Arduino.
Foi criada em 2005 no Instituto de Projetos Interativos de Ivrea, na Itália, visando ter baixo custo e uso simplificado, para ser facilmente utilizado por pessoas leigas nas áreas de programação e eletrônica.

Fisicamente o Arduino é uma placa de circuito eletrônico com um microcontrolador, alguns pouquíssimos componentes simples e, na maioria dos modelos mais comuns, um segundo circuito integrado para fazer a comunicação via porta USB.
Pouco maior que um cartão de crédito.
O microcontrolador, o componente central de plataformas microcontroladas, incluindo o Arduino, é um circuito integrado (um tipo de componente eletrônico) que tem diversas partes de um computador normal num único componente: Processador; Memória para armazenar programa e variáveis; Periféricos (controladores de comunicação, temporizadores, contadores etc); E, principalmente, conversores analógicos e pinos de entrada e saída, onde são conectados os sensores e atuadores.
Microcontrolador - múltiplas funções em um único componente.
Outra característica do microcontrolador é que ele é bem menos poderoso do que um computador típico e normalmente é utilizado no controle de pequenos processos específicos como, por exemplo, controlar a iluminação do cômodo de uma casa, o "vidro elétrico" da janela de um carro, um aparelho de ar condicionado, uma máquina de lavar roupas etc, enquanto um computador típico é usado em diversas tarefas, geralmente simultâneas, como navegar na internet, editar um texto ou uma imagem, tocar música ou um vídeo etc.

A aplicação típica do Arduino é a computação física, que consiste em obter informações do mundo físico através de chaves e sensores (se um acesso está aberto ou fechado, qual a temperatura, a umidade ou luminosidade de um ambiente, o fluxo de água através de um cano etc) e controlar essas características físicas através de atuadores (a trava de uma porta, um aquecedor, lâmpadas, um motor etc).
Computação física - sensores e atuadores.
Apesar dessa orientação a computação física, o Arduino também é utilizado em atividades que vão de um computador comum, como tocar MP3, a funções de vídeo game, rodando jogos.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Minha retrospectiva 2015

2015 foi um ano duca!!! Estive presente em muitos eventos interessantes graças, tanto ao ABC Makerspace, quanto aos contatos acadêmicos.

Na verdade, o agito todo começou no finalzinho de 2014: