domingo, 25 de dezembro de 2011

Luto

Acho triste que a vida nos presenteie apenas com alguns poucos bons e fiéis amigos. Mais triste do que serem poucos ao longo de toda uma vida, é quando a vida nos tira um deles. É inevitável que seja assim, pois é assim que é, e nada se pode fazer a respeito. Todos teremos o nosso final aqui.

Mas essa verdade não alivia a dor e a tristeza que me vem ao lembrar do amigo que foi amigo nos momentos mais difíceis e, aprendi, mais improváveis para se ter amigos. Amigo dos momentos onde somos intragáveis, daqueles onde não se tem nada a oferecer a não ser uma conversa que, geralmente, porta amargura e rancor e, mesmo assim, amigo verdadeiro, não deixou de me receber, ouvir, aconselhar e até mesmo de me procurar quando eu, ressentido com a vida, me procrastinava.

Amigo que dividiu várias refeições quando eu não tinha o que comer, que juntou sua refeição a minha para que tivessemos uma refeição completa, que forneceu a cozinha quando havia a refeição mas faltava o gás para cozê-la.

Amigo que também discordava, que também se irritava. Eventualmente passávamos tempos sem nos ver, apesar da proximidade geográfica, para nos recompor das opiniões contrárias, mas que, digerida a adversidade, logo estava pronto para uma nova rodada de argumentações e contra argumentações. Amigo que falava e ouvia. Amigo que ensinava e também aprendia.

A distância geográfica reduziu o nosso contato. Senti muito a falta de visitá-lo e de recebê-lo. De dividir as refeições, as ideias, as opiniões, as conversas. Agora a vida, como ela é, traz a realidade de que nunca mais haverão visitas ou conversas mas apenas saudosas lembranças.

Verdades contrastantes que só podem ser ironia: Amigo com orientação política PSDBista, que faz aniversário no mesmo dia que o ex-presidente Lula (enquando eu, PTista de berço, faço aniversário no mesmo dia que o ex-presidente FHC). Amigo que tão dispar, não me afrontou, mas me apresentou muitos outros pontos de vista da realidade.

Obrigado por tudo, grande amigo. Descanse em paz José Carlos Pohl.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Componentes Eletrônicos e Robóticos - Parte 5

Entendeu, né? Não sou sócio, participante, empregado e nem estou ganhando nada (infelizmente) pra citar as empresas neste ou em outros posts.

Na R. Sta. Ifigênia tem que procurar bem, mas ainda acha lojas interessantes entre o monte de galerias de vídeo games, informática e eletroeletrônicos em geral.

Prédio da R. Sta. Ifigênia, 295. Se você não achou o componente em nenhum outro lugar, é aqui que você deve ir pra ser esfaqueado! São 4 andares de lojas, algumas delas de componentes. E, pelo que percebi, os lojistas acham que, se você se deu ao trabalho de subir lá, é porque você está desesperado e vão vender por 10x o pior preço. Google Street View.

A esquemateca Aurora (que, óbvio, ficava na R. Aurora) foi pra esse endereço ai, sala 201, 2º andar. (11)3331-2799.

Eletrônica Aviv: Fios, cabos, cintas plásticas e componentes em geral. R (Sta. Ifigênia, 473 - (11)3221-3613 - Google Street View).

Menortec Ferramentas: Lojinha de ferramentas, com cara de pequena, mas sortida. (R. Sta. Ifigênia, 656 - (11)3222-4646 - Google Street View), com segunda loja na R. Gen. Osório, 249 ((11)3221-7843 - Google Street View).

Nas últimas duas quadras da r. Sta. Ifigênia, a partir do número 555/550, entre a R. Gusmões e a Av. Dq. de Caxias, há várias lojas de materiais elétricos (instalações, iluminação residencial/predial, material industrial). Eu comprei muito material na Andra (R. Sta. Ifigênia, 501 e 625. (11)3226-7000 e (11)3223-7000. Respectivamente Google Street View e Google Street View) e na Waldesa (r. Sta. Ifigênia, 581. (11)3337-8333. Google Street View).

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Componentes Eletrônicos e Robóticos - Parte 4

É: Não sou sócio, participante, empregado e nem estou ganhando nada (infelizmente) pra citar as empresas neste ou em outros posts.

Outras duas travessas que tem mais lojas de componentes eletrônicos é a R. Aurora e a R. dos Timbiras, essa última, com várias lojas que valem a visita na busca por componentes:

Valvolândia - Casa das Baterias (R. Aurora, 275. (11)3224-0066 - Google Street View) e a Maxtubo (R. Aurora, 279. (11)2093-0429. Google Street View).

Casa dos Capacitores (R. dos Timbiras, 107. (11)3331-7695 - Google Street View), Global (R. dos Timbiras, 108 - Google Street View), Tec-Tools Ferramentas (R. dos Timbiras, 150 - Google Street View), Casa das Correias (R. dos Timbiras, 154 - Google Street View), Casa Leal (R. dos Timbiras, 166 - Google Street View), Sampolly (R. dos Timbiras, 256 - Google Street View), CRS (R. dos Timbiras, 270. (11)3222-8284 - Google Street View), Servi-Som (R. dos Timbiras, 272. (11)3222-3010 - Google Street View), Mult Comercial (R. dos Timbiras, 257. (11)3225-0772 - Google Street View) e Dabi (R. dos Timbiras, 301. (11)3337-8899 - Google Street View).

domingo, 30 de outubro de 2011

Componentes Eletrônicos e Robóticos - Parte 3

A mesma ladainha: Não sou sócio, participante, empregado e nem estou ganhando nada (infelizmente) pra citar as empresas neste ou em outros posts.

Dando uma saída da região da rua Sta. Ifigênia, vindo aqui para a cidade de Santo André, tem algumas lojas que, apesar do preço maior e da menor variedade de componentes, é uma excelente opção para quando a compra não compensa o gasto e o tempo na ida até o centro velho de Sampa.

No centro da cidade, uma do lado da outra: Eletro Compo (R. Gertrudes de Lima, 259 - (11)4432-2244 - Google Street View), RPL Sat (R. Gertrudes de Lima, 253 - (11)4436-3902 - Google Street View) e ABC Componentes Eletrônicos (R. Gertrudes de Lima, 269 - (11)4992-0841 - Google Street View).

Do outro lado da rua tem a Eletrotel (R. Gertrudes de Lima, 302 - (11)4992-0699 - Google Street View) e mais algumas lojas de materiais elétricos: Via Elétrica (R. Gertrúdes de Lima, 278 - (11)3969-6044Google Street View), Incor (R. Gertrudes de Lima, 222 - (11)4438-9666 - Google Street View) e Lâmpadas e Cia (R. Gertrudes de Lima, 236 - (11)4994-4949 - Google Street View).

Saindo do centro da cidade, indo lá para o Parque das Nações (no 2º subdistrito), tem a Eletrônica Odilon (R. Nicarágua, 108. (11)4472-7340 - Google Street View), segundo a minha memória, a mais velha em atividade na cidade (uma vez que a Incor mudou de ramo).

Ainda não sei se há alguma loja de componentes aqui na região da Vila Luzita ou da Vila Pires. Se achar, edito o post e acrescento a informação.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Componentes Eletrônicos e Robóticos - Parte 2

Continuo avisando: Não sou sócio, participante, empregado e nem estou ganhando nada (infelizmente) pra citar as empresas neste ou em outros posts.

Nesse segundo post, vou começar pelas lojas da R. Vitória (travessa da R. Sta. Ifigênia - SP), porque é por onde eu normalmente começo "os passeios" na região.

Newport: Tem boa variedade de peças e atendimento razoável (uma vez que estejam te atendendo, são atenciosos). Os preços são medianos (R. Vitória, 24 - (11)3333-3022 - Google Street View).

Opoen: Próxima do início da R. Vitória, tem bons preços e bom atendimento. Excelente pra comprar componentes (resistores, LEDs, capacitores, sejam SMD ou through role) por centena ou milhar (R. Gen. Couto de Magalhães, 221 - (11)3226-8658 - Google Street View).

Lojas diversas: Do outro lado da rua (em relação Newport) tem algumas outras lojas como a F.Tronic (R. Vitória, 27 - (11)3336-2223 - Google Street View). Às vezes, vale uma olhada por causa de preço ou disponibilidade de algum item procurado.

CrystalMax: PARADA OBRIGATÓRIA! Loja só de prateleiras (há pouca coisa com estoque controlado pros vendedores darem informações), com componentes de lote (pontas de estoque, com preços baixos). Antes de comprar qualquer item, vale dar uma procurada lá (R. Vitória, 85 - (11)3331-0496 - Google Street View).

Da última vez que rodei pela R. Vitória, percebi que existem mais algumas lojas de componentes entre o início da rua (lá na R. Couto Magalhães) e a R. Sta. Ifigênia como, por exemplo, a Consumer Semicondutores (R. Vitória, 141 - (11)3313-0090 - Google Street View).

Entre a R. Sta. Ifigênia e a Av. Rio Branco tem mais alguma coisa:

Esquemateca Vitória / Litec: A mais antiga esquemateca da região. Por uns 20 anos eu torrei muito dinheiro lá mas, em dias de web, difícil saber como resistem (R. Vitória, 374 - (11)3221-0683. Google Street View).

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Componentes Eletrônicos e Robóticos - Parte 1

Antes de começar, já aviso: Não sou sócio, participante, empregado e nem estou ganhando nada (infelizmente) pra citar as empresas neste ou em outros posts.

Pra começar, R. Sta. Ifigênia - SP, como chegar:

Qualquer trem ou metrô que passe (e pare) nas estações da Luz, Júlio Prestes (são as duas mais próximas) e República. São 10 a 20 minutos de caminhada preguiçosa (5 a 10 minutos andando como gente).

Caso vá de carro, o problema não é chegar (se vira com GPS, Waze, Google Mapas ou Guia de Ruas SP). O problema é parar! Aconselho estacionamento (zona azul te cobra, mas não toma conta).

Eu costumava parar no estacionamento da R. Gen. Couto de Magalhães, de frente com a esquina onde começa a R. Vitória (Google Street View, visão a partir da R. Vitória), por ser barato (menos caro) e estar num ponto acessível. Pelos mesmos motivos, agora uso o estacionamento na R. do Triunfo, +/- 240 (Google Street View).

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Sentir-se vingado?


Meu Newton está sereno, como que segurando um certo sorriso, talvez em respeito aos (ou com medo dos) 50 e poucos Macs e Apple II ao redor dele.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O HD do Notebook CCE Win CLE225.


Por fim, há algumas semanas, realizei a troca do HD descrito no post Trabalhos e Projetos de Férias II - A Troca do HD do Notebook. Ao invés de colocar os HDs num micro desktop e usar o Norton Ghost num CD de boot com Windows Xp, como havia tentado anteriormente, me mantive no meu mundo atual, o Linux (e fiquei com a conciência tranquila).

Usando um case USB para ligar o segundo disco rígido no notebook e um cartão SD com o sistema operacional e aplicação de cópia (Clonezilla), pude duplicar sem maiores problemas a partição do Linux no "novo" HD.


Porque um cartão SD? Eu havia esquecido o meu pendrive num computador da faculdade e ele ainda não havia sido devolvido (sim, o pendrive SanDisk Cruzer Blade de 8GB me foi devolvido pela equipe de disciplina depois de duas semanas e meia, intacto e com todos os arquivos... Bem vindos ao mundo CEFSA-FTT, com uma boa dose de sorte e benção Divina!).

Por que somente a partição Linux? Porquê a partição Windows deu erro de leitura. Além do mais, tanto faz. Eu precisava instalar o Windows 7 64 bits, uma vez que a instalação anterior era de 32 bits e não aproveitava todo o poder do processador Core 2 Duo nem tão pouco reconhecia todos os 4GiB de RAM ("enxergava" apenas 3GiB).

Enfim, o notebook CCE Win CLE225 está com 4GiB de memória dual-channel (originalmente 2GiB single-channel) e 500GB de disco rígido (originalmente 250GB), muito bem aproveitados pelo Windows 7 Enterprise SP1 e pelo Ubuntu 10.04 Lucid Lynx LTS, ambos em versões 64 bits.

Agora só falta colocar um processador Core 2 Duo T9500 no lugar do T6600 pra ganhar um pouco de clock (2,6GHz contra 2,2GHz), um monte de cache L2 (6MiB contra 2MiB) e virtualização por hardware. Mas, pelo preço, ainda demora um pouco...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Trabalhos e Projetos de Férias III - Manutenção do Scanner HP Scanjet IIc.

O (muito) velho (18 anos) e pesado (13kg) scanner HP Scanjet IIc anda meio míope. Solução: Desmontar tudo, lavar as peças, limpar as lentes e espelhos, lubrificar e remontar... E lá se vão 4 horas de trabalho!

A foto, como todas que tenho usado aqui no blog, é pega na web. Preciso tomar vergonha na cara e começar a fotografar pelo menos o antes e o depois das atividades.
No final, o scanner voltou a ter a qualidade de outrora e 95% da aparência de novo (tem uma ou outra marquinha, mas bem diferente desse ai da foto).

terça-feira, 21 de junho de 2011

Trabalhos e Projetos de Férias II - A Troca do HD do Notebook.

Há 4 meses tem um HD de 500GB (Seagate Momentus 5400.6) aguardando para ser instalado no notebook (CCE CLE225), no lugar do HD original de 250GB (Western Digital WD2500BEVT). Sexta-feira passada decidi colocá-lo no lugar planejado. Depois de 3 dias, atividade cancelada!
Primeiro, o Norton Ghost sempre dá erro enquanto copia o conteúdo da partição Windows (nem tentei a do Linux, que tem muito mais dados);
Depois, uma vez decidido que seria necessário reinstalar tudo do zero, não consigo encontrar minha cópia do Windows 7 x64 Enterprise (original, diga-se de passagem, fornecida pela faculdade).
Desisto... HD de 250GB de volta ao lugar de origem, agora é retornar os zilhões de gigabytes de backup que foram feitos em outros HDs para reduzir o conteúdo da partição antes da cópia para o que deveria ter sido o novo HD.
Para não dizer que nada foi mudado, resolvi optar por retirar jogos e sofwares de desenvolvimento da partição Windows. Caso precise dessas ferramentas, uso o Windows através do VirtualBox a partir do Linux. Quanto aos jogos, gostaria muito de ter tempo, mas...
Quem sabe nas próximas férias esse HD de 500GB vá para seu devido lugar.

sábado, 11 de junho de 2011

1a. Atividade Paralela da Instalação do Powermac B&W: HP Laserjet 4M.

Juntar todas as tralhas e fazer algo funcionar quando nada está organizado no laboratório gera tarefas paralelas. A primeira da instalação do Powermac B&W foi colocar a (muito) velha e (ainda mais) útil impressora HP Laserjet 4M pra funcionar.
Depois de mais de 1 ano sob a bancada e vítima de algumas chuvas, ligá-la exigiu desmontar e trocar alguns componentes eletrônicos (2 capacitores eletrolíticos que "vazaram").
Por que colocar a velha monstrenga pra funcionar? Porque o CorelDraw 11 precisa de uma impressora instalada pra rodar, senão surta durante o carregamento e fecha antes de abrir! Pra instalar uma impressora no Mac OS X, ela precisa estar conectada (e ligada) no Mac... Ao menos é assim que sempre consegui instalar essa impressora (que tem placa de rede JetDirect J2552) no Mac OS X.
E ter o CorelDraw funfando é manter o casamento sob algum controle aqui em casa.

domingo, 5 de junho de 2011

Trabalhos e Projetos de Férias I - A Reinstalação do B&W.

Pois é, bastou começar a usar de forma um pouco mais assídua que a dupla Sonnet Tempo Trio + Mac OS X me ferrou de novo! Pacientemente vou reinstalar o sistema... Mas essa será a penúltima vez! E esse é o primeiro trabalho do período de férias do inverno de 2011, que vem chegando com uma lista infinita de atividades nerds!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Newton Messagepad Rulez!


Faz 13 anos que parou de ser fabricado mas, vez por outra, quando pego pra acrescentar aplicações e/ou fazer atualizações, encontro coisas novas ou desconhecidas e acabo achando novas utilidades.

Apesar de (muito) velho, é funcional e útil, especialmente na questão de organização pessoal, mesmo não tendo acesso moderno a web, não trocar arquivos com Office, não abrir arquivos PDF e não tocar vídeos.

domingo, 13 de março de 2011

Meu Servidor de Arquivos.

A placa de interfaces (USB 2.0 + Firewire + ATA133) Tempo Trio da Sonnet, aquela que comprei pra colocar num Powermac 6500, que comentei no post sobre colocar placa de TV no Powermac Bege (Powermac que foi uma péssima experiência... Eu vou descrever isso noutro post), acabou por "gerar" um terceiro Mac: Um Powermac G3 B&W.
Montado a partir de 3 Powermacs B&W comprados em sucata a R$25,00 (isso mesmo, 25 dilminhas) cada um, isso há 3 anos (início de 2008), foi acrescido de algumas placas e expansões que eu já tinha:
- A placa Tempo Trio da Sonnet:
- Uma placa de rede WiFi 802.11g WNLWI-G2 da Encore:- Um processador G4 de 350MHz (overclockado pra 400MHz);
- 1GiB de memória RAM (4 pentes DIMM com SDRAM PC100);
- HDs de 200GB e 80GB ligados na Tempo Trio e um de 40GB ligado a interface on-board.

Rodando Mac OS X 10.4.11 Tiger, acabou virando o servidor de arquivos da minha rede. Infelizmente, com a última atualização do sistema, há 2 anos e meio, o conjunto acabou ficando excessivamente lento (como todo Mac com menos de 1GHz... outro bom assunto para um post) para ser usado como desktop cotidiano.

Ainda há algumas opções de upgrade para esse Powermac. Entre elas, trocar a Tempo Trio por uma placa de interface SATA (e troca dos HDs) + placa USB 2.0, processador G4 de 1GHz e placa de vídeo, preferencialmente uma Radeon 9200.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Colocando a placa de TV dos Performas num G3 Bege.

Já faz uns 4 anos que coloquei isso na lista de discussão ClassicMacBr, mas como fica fechada apenas para os associados, melhor fazer mais um "backup" da informação.

A história é longa, mas vou tentar resumir: Em 2006, eu usava um Powermac 6500 com uma aceleradora Vimage G3 (225MHz e 512KB de backside cache). Apesar do limite de memória do 6500 ser de apenas 128MiB, pouco até para o Mac OS clássico, resolvi investir numa placa Sonnet Tempo Trio (duas portas USB 2.0, duas portas Firewire e duas portas ATA133, tudo numa única placa). Depois que chegou, descobri que a placa é incompatível com o 6500... Então, em 2007, montei um micro ao redor da Tempo Trio, um Powermac G3 Bege. Apesar da frustração (assunto pra outro post), o G3 rendeu alguns bons hacks, entre eles, o uso de placa de TV (ou TV e FM) original de Performas.

Esse hack apareceu numa página chamada Powersurge Grand Central, onde o autor tratava de alguns hacks de Mac, em especial, do Powermac 9600. Infelizmente a página está fora do ar e nem o WebArchive lembra que ela existiu!

Para usar a placa de TV (ou TV e FM), é necessário ter uma placa A/V (a placa de captura) original do G3 Bege, para o slot Personality, chamada de "Wings", mas precisa ser o primeiro modelo (rev. A), que tem o conector e os circuitos para ligar a placa de TV. Houveram mais dois modelos de placa Wings, mas essas exigem solda de componentes, conector e mais algumas modificações. Claro, a rev. C é a mais comum no mercado brasileiro (lei de Murphy).

Como não há onde colocar a placa de TV no gabinete do G3 Bege da mesma forma que há nos Performas, adaptei um espelho (tampa) de slot de gabinete.

O passo a passo e o resultado podem ser vistos nas fotos que coloquei no Picasa e que já estavam num álbum da home page da lista de discussão ClassicMacBr (acessível somente à inscritos na lista).

ATENÇÃO: Muito cuidado ao confeccionar o flat cable. Se ele ficar invertido, irá queimar, no mínimo, a placa de TV e a placa Wings! Identifique corretamente os terminais "1" de ambas as placas antes de prensar o conector no cabo.

Não me responsabilizo pela veracidade ou exatidão técnica das informações nem por incidentes ou acidentes de nenhuma espécie causadas pelo uso das mesmas. É por conta e risco de quem quiser usar.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Essa tal empresa Correios...

Quem faz compras on-line, em sites de leilão, geralmente depende dos correios como meio de transporte e, com certeza, já teve alguma dor de cabeça com estravio, atraso ou dano. Esse vídeo, já meio velho, que reapareceu em algumas listas de discussão de tecnologia mostra o porque dos danos.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Sedex - "Só" 8 Dias Pra Chegar!

Um pacote do Sedex levou "só" 8 dias pra chegar aqui em casa, e era uma encomenda de SP para SP... Imagina se fosse interestadual:
Clique aqui para ver a página da consulta. O correio diz que fica 90 dias disponível.